É o começo da semana e Letícia já está ansiosa pelo final de semana.

Nos últimos meses, ela está se sentindo mal do trabalho e não sabe ao certo por quê. Por exemplo, ela está sempre cansada, sente-se desmotivada checa o tempo todo quanto tempo demora até poder voltar para casa.

Letícia também está atacando seus colegas (algo que ela nunca costumava fazer), e ela sente que nunca há tempo suficiente para fazer tudo. Com isso ela se sente frustrada e desmoralizada.

Letíciae stá mostrando sinais clássicos de burnout. Neste post, veremos o que é burnout, quais são suas consequências e como você pode evita-lo em sua carreira.

IMAGEM ILUSRTRATIVA

O que é o Burnout?

Duas importantes definições de burnout são:

  • “Um estado de exaustão física, emocional e mental causado pelo envolvimento de longo prazo em situações emocionalmente exigentes”. – Ayala Pines e Elliot Aronson
  • “Um estado de fadiga ou frustração causado pela devoção a uma causa, estilo de vida ou relacionamento que não produziu a recompensa esperada.” – Herbert J. Freudenberger.

Entre eles, essas definições abrangem a essência do burnout, com a primeira enfatizando a parte que a exaustão desempenha nela, e a segunda enfocando o senso de desilusão que está em seu núcleo.

Qualquer um pode ficar exausto. O que é tão pungente sobre o burnout é que ele atinge principalmente pessoas altamente comprometidas com o seu trabalho: você só pode “queimar” se você estiver “aceso” em primeiro lugar.

Enquanto a exaustão pode ser superada com o descanso, uma parte essencial do burnout é um profundo sentimento de desilusão, e não é experimentado por pessoas que possam ter uma visão mais cínica, fria ou imparcial de seu trabalho.

Sintomas específicos de burnout incluem:

  • Ter uma atitude negativa e crítica no trabalho.
  • Temer entrar no trabalho e ter vontade de sair sair quando está lá.
  • Ter baixa energia e pouco interesse no trabalho.
  • Problemas para dormir.
  • Sentimento de vasio
  • Dores de cabeça, doenças ou dores nas costas.
  • Se sentir facilmente irritado por membros da equipe ou clientes.
  • Dúvidas sobre a importância do seu cargo ou trabalho.
  • Afastamento emocional dos colegas de trabalho.
  • Sentimento de que seu trabalho e contribuição não são reconhecidos.
  • Culpando os outros pelos seus erros.
  • Pensando em desistir do trabalho ou mudar de papéis.

Estresse e Burnout

Então, qual é a diferença entre stress e burnout? Embora os dois compartilhem algumas características, existem diferenças.

O estresse costuma ter relativamente curta duração e muitas vezes é causado pela sensação de que o trabalho está fora de controle. Você pode passar em estado de estresse por vários dias seguidos, especialmente quando está trabalhando em um grande projeto ou em um prazo apertado.

No entanto, uma vez que a situação muda, o estresse geralmente diminui ou desaparece completamente. (O estresse pode afetá-lo a longo prazo, no entanto, se você estiver passando por tais situações consistentemente).

Burnout geralmente ocorre durante um período mais longo. Você pode começar a acreditar que seu trabalho não tem sentido; quando há uma desconexão entre o que você está fazendo atualmente e o que você realmente quer fazer; ou quando as coisas mudam para pior – por exemplo, quando você perde um chefe ou colega de apoio ou quando sua carga de trabalho aumenta além de um ponto sustentável.

Você passa pelos “processos” em vez de ser verdadeiramente engajado. Com o tempo, isso leva ao descomprometimento, à exaustão e, às vezes, ao mau desempenho.

Causas do Burnout

As pessoas experimentam burnout por vários motivos.

A falta de autonomia é uma causa comum, portanto, você pode experimentar o burnout se não tiver muito controle sobre seu trabalho ou se achar que nunca tem tempo suficiente para concluir as tarefas e os projetos.

Outra causa comum é quando seus valores não estão alinhados com as ações, comportamentos ou valores de sua organização ou de sua função.

Outras causas incluem:

    • Ter metas ou expectativas pouco claras.
    • Trabalhar em uma equipe ou organização disfuncional.
    • Carga de trabalho excessiva.
    • Ter pouco ou nenhum apoio do chefe ou da organização.
    • Falta de reconhecimento pelo trabalho.
    • Trabalho monótono ou desestimulante.

Consequências do Burnout

Claramente, as conseqüências do esgotamento podem ser severas. Sua produtividade pode cair drasticamente, e isso não só afeta sua carreira, mas também afeta negativamente sua equipe e organização. Sua criatividade também será afetada, então você tem menos chances de identificar oportunidades (e você não tem interesse ou desejo de agir sobre elas), e você pode sabotar a rotina e encontrar desculpas para perder o trabalho ou tirar dias de folga.

O esgotamento de carreira também pode afetar sua vida pessoal, impactando negativamente seu bem-estar e seu relacionamento com amigos e familiares.

Aviso

O estresse pode causar problemas graves de saúde e, em casos extremos, a morte. Embora essas técnicas de controle do estresse tenham mostrado um efeito positivo na redução do estresse, elas devem ser orientadas apenas, e os leitores devem seguir os conselhos de profissionais de saúde devidamente qualificados se tiverem alguma preocupação com doenças relacionadas ao estresse ou se o estresse estiver causando ou infelicidade persistente. Os profissionais de saúde também devem ser consultados antes de qualquer mudança importante na dieta ou níveis de exercício.

Como evitar o burnout

Quando sentimentos de esgotamento começam a ocorrer, muitas pessoas se concentram em soluções de curto prazo, como tirar férias. Embora isso possa ajudar, o alívio geralmente é apenas temporário. Você também precisa se concentrar em estratégias que terão um impacto mais profundo e criar uma mudança duradoura.

Quando sentimentos de esgotamento começam a ocorrer, muitas pessoas se concentram em soluções de curto prazo, como tirar férias. Embora isso possa ajudar, o alívio geralmente é apenas temporário. Você também precisa se concentrar em estratégias que terão um impacto mais profundo e criar uma mudança duradoura.

Vejamos estratégias específicas que você pode usar para evitar o burnout:

1. Trabalhar com Propósito

Você acha que sua carreira tem um propósito mais profundo, além de apenas ganhar um salário? Na maioria das vezes, redescobrir o seu propósito pode ajudar muito a evitar o esgotamento e manter o estresse sob controle.

Veja o impacto mais profundo do que você faz todos os dias; Como o seu trabalho torna a vida melhor para outras pessoas? Como você poderia adicionar mais significado ao que você faz todos os dias?

Estas são questões importantes, por isso gaste tempo pensando profundamente nelas. Você também pode usar o modelo PERMA para trazer mais significado e felicidade para sua vida.

Se você acha que está no papel ou na carreira errada, desenvolva uma estratégia de carreira para ajudá-lo a planejar uma carreira que seja melhor para você. Ou interaja com o RH e molde seu papel, para que você se encaixe melhor.

2.Analise a carga de trabalho

Quando você experimenta sobrecarga de trabalho todos os dias, você pode começar a sentir como se estivesse em uma esteira e que você nunca vai ficar em dia. Isso é desmoralizante, estressante e muitas vezes leva ao esgotamento.

Realize uma análise de trabalho para que você possa esclarecer o que é esperado de você e o que não é. Essa ferramenta ajudará você a identificar o que é realmente importante em sua função, para que você possa recortar ou delegar tarefas que não são tão essenciais.

Realize uma análise de trabalho para que você possa esclarecer o que é esperado de você e o que não é. Essa ferramenta ajudará você a identificar o que é realmente importante em sua função, para que você possa recortar ou delegar tarefas que não são tão essenciais.

Se você acha que seu chefe está atribuindo mais trabalho do que você pode administrar, agende uma reunião particular para discutir o assunto. Deixe-o saber que sua carga de trabalho excessiva está levando ao esgotamento. Venha preparado com algumas opções que podem ser consideradas para transferir certas tarefas ou projetos para outra pessoa. Lembre-se sempre que a comunicação é “A” ferramenta para aliviar qualquer tipo de pressão.

Você também pode facilitar a vida aprendendo como gerenciar prioridades conflitantes e lidar com demandas não razoáveis.

.- Sirva aos outros

Uma maneira rápida e fácil de adicionar significado à sua carreira é somar na vida dos outros ou ajudá-los de maneiras pequenas.

Quando você faz isso, faz você se sentir bem. Até mesmo o menor ato de bondade pode revitalizá-lo e ajudá-lo a encontrar significado em seu trabalho.

4. Assuma o controle

Você pode evitar ou superar o burnout encontrando maneiras de criar mais autonomia em sua função. Tente conversar com seu chefe para ver se ele está disposto a permitir que você tenha mais controle sobre suas tarefas, projetos ou prazos.

Você também se sentirá mais no controle do seu trabalho se administrar seu tempo de forma eficaz. Aprenda técnicas de priorização , e fazer uso de listas de afazeres ou um programa de ação para controlar o seu dia. Em seguida, amarre-os com metas pessoais diárias, semanais, mensais e anuais.

5. Exercite-se regularmente

O exercício pode ajudar a aliviar o estresse e criar uma sensação de bem-estar. Você também experimentará maior energia e produtividade ao se exercitar regularmente. O que é mais, o exercício regular irá ajudá-lo a ter uma boa noite de sono .

Faça mais exercício levantando-se mais cedo, ou mesmo exercitando-se na hora do almoço. Você também pode estar mais motivado para se exercitar ao se unir a colegas ou ao criar um desafio de aptidão no escritório.

6. Aprenda a gerenciar o estresse

Quando não é bem administrado, o estresse de curto prazo pode contribuir para o esgotamento. É por isso que você deve aprender como gerenciar o estresse de forma eficaz.

Existem várias estratégias que você pode usar para lidar com o estresse. Por exemplo, você poderia manter um diário de estresse documentar o que rotineiramente faz com que você se estresse. Praticando respiração profunda, meditação e outras técnicas de relaxamento pode ajudar você a se acalmar quando estiver passando por estresse.

Você também pode gerenciar a maneira como pensa – isso pode contribuir para o estresse. Ao monitorar seus pensamentos e praticar o pensamento positivo , você pode mudar reações inúteis e gerenciar suas emoções através de uma situação estressante.

Burnout é uma mistura de esgotamento profissional e frustração em relação aos outros, a organização ou a carreira, a longo prazo.

Os sintomas de burnout incluem baixa energia, perda de interesse em seu trabalho e irritabilidade com colegas ou membros da equipe. Como tal, pode causar baixa produtividade, alto absenteísmo, baixa criatividade e até problemas de saúde.

Para evitar o burnout, siga estas dicas:

  • Trabalhe com propósito.
  • Analise a carga de trabalho, elimine tarefas desnecessárias e aprenda a delegar.
  • Sirva aos outros
  • Assuma o controle e gerencie ativamente seu tempo.
  • Faça mais exercício
  • Aprenda a gerenciar o estresse.
  • Lembre-se, se, a qualquer momento, estresse e exaustão estiverem causando preocupação com sua saúde, procure o conselho de um profissional de saúde apropriado.

    Este site ensina as habilidades necessárias para uma carreira feliz e bem-sucedida; e esta é apenas uma das muitas ferramentas e recursos que você encontrará aqui no Blog da Harmoniza. Se inscreva em nossa newsletter gratuita e junte-se àqueles que irão alavancar sua carreira!